domingo, 20 de maio de 2018

Fitness | Tonificar por dentro? Sim!

Olá maltinha! Espero que estejam bem. Na hora de saída deste post devo estar sentadinha no sofá ou colada à TV - ou ambos - por isso desculpem se não vos responder de imediato.

Como devem perceber pelo título, eu decidi não falar do Casamento Real. Acho que toda a gente e a sua avozinha o fez ou vai fazer, por isso vou antes falar de algo de que pouca gente fala. 


Fitness

Estamos sempre a ouvir falar de tonificação de todos os tipos e feitios - tonificar os músculos, a pele e até mesmo o cabelo e o couro cabeludo.  Mas sabiam que há músculos bem no vosso interior que podem e devem ser tonificados?

Estou-vos a falar da vossa parede abdominal e do pavimento pélvico, que podem ser tonificadas de formas muito simples, tanto para homens e mulheres, e cujos resultados são muito positivos.


Fitness
Imagem @ Google

Apesar de a tonificação abdominal e pélvica serem duas coisas relacionadas, e que podem ser feitas em conjunto, neste caso vou falar-vos de práticas diferentes para atingir estes efeitos.

A imagem que podem ver acima é de três posições básicas de abdominais hipopressivos, uma modalidade que foi recentemente introduzida no meu ginásio e que eu pratico...ocasionalmente, para ser honesta.

Esta modalidade trabalha sobretudo a zona interna da parede abdominal através tanto da respiração intercostal - na zona do diafragma - como através da pressão colocada nesta zona, direta ou indiretamente.

É uma aula muito calma, muito simples, de esforço moderado, e acessível a quase toda a gente. Além disso, como é uma aula técnica, que se foca em sequências de respiração e apneia intercaladas, consegue ser bem relaxante.

Não vão ver uma grande diferença na vossa cintura ou pneu, é verdade, mas os benefícios notam-se na flexibilidade, na respiração e particularmente na postura. Além disso, as poses desafiam todo o vosso corpo, contribuindo para melhorar a vossa forma física no todo.


Fitness
Imagem @ Google

Quanto à tonificação pélvica, eu vou falar-vos de duas técnicas - pilates e exercícios kegel. Eu depreendo que vocês conheçam minimamente a modalidade pilates, que é muito mais abrangente, enquanto os exercícios kegel são bem mais localizados e específicos. Ambos têm a sua função e podem ser usados em conjunto ou em separado. 


Para mim, pilates é uma modalidade muito completa, que eu só soube apreciar depois de começar a praticar em aula. Tem uma componente de força, mas também de alongamento e até relaxamento. 

Mais uma vez, é uma modalidade em que aprendem a controlar a respiração, mas também a treinar a  coordenação, o equilíbrio e até a resistência, de certa forma. 

Todas as aulas de pilates são diferentes, mas uma das componentes principais de qualquer uma delas é o trabalho do vosso "centro" - abdominais, zona pélvica e glúteos. É por isso que a Ponte (em cima) é uma das poses mais comuns.  

Pilates é ideal para a tonificação pélvica sobretudo antes e depois de dar à luz, para as mulheres, porque ajuda a preparar a pélvis para o parto e depois ajuda a retonificar a zona, ao mesmo tempo que restaura a força abdominal, servindo como uma boa modalidade para reiniciar a atividade física, até por não ser demasiado extenuante.


kegel
Imagem @ Google

Finalmente, os exercícios Kegel são os mais específicos e minuciosos de que vos falo hoje. Consistem na contração do músculo vaginal (como se estivessem a tentar não urinar) por um período curto, e assim fortalecem alegadamente o pavimento pélvico.

Este é um movimento muito pequenino e quase impercetível, por isso é ao mesmo tempo muito fácil e complicado de fazer, até porque algumas pessoas têm dificuldade em encontrar o músculo e o movimento corretos. 

Os kegels são controversos, mas geralmente são aconselhados a homens e mulheres, sobretudo mais velhos. 

Entre os seus benefícios estão a regulação da perda de urina, fortificação do pavimento pélvico pós-parto ou na menopausa, e também a melhoria da satisfação sexual,sobretudo nas mulheres.

Deve ser implementado gradualmente em pequenos períodos durante o dia, mas como é um exercício muito discreto, pode ser feito em qualquer lugar a qualquer hora. Segundo os especialistas, os resultados começam a notar-se ao fim de 3 semanas. 

Existem mulheres mais novas e até virgens que praticam este exercício, mas se por um lado ele pode também ter um efeito positivo na menstruação, por outro pode dificultar as primeiras experiêmcias sexuais.

Como em quase todos os exercícios de tonificação, existem aparelhos (pesos) próprios para este tipo  de exercícios, mas acreditem que muitas vezes a força do vosso corpo e mais que suficiente. sobretudo para começar.

Prontos para tonificar o vosso corpo por fora e por dentro?

xoxo

13 comentários:

  1. sério? :) mas não te preocupes que não foste a unica :P

    é muito importante falar disto, sem dúvida alguma!

    NEW COOKING POST | THE EASIEST PUDDING OF LIFE: MARIA CRACKER PUDDING. :O
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LOL bom saber! e obrigada pelo apoio =)

      xoxo

      Eliminar
  2. Já estava por dentro de alguns destes exercícios e modalidades confesso, mas não costumo praticar, sendo sincera :\

    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. devias, para além de todos os outros beneficios, ficas a conhecer melhor o teu corpo!

      xoxo

      Eliminar
  3. Eu sou muito preguiçosa para fazer exercício!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. alguns destes exercicios não custam nada, quase nem tens de te mexer!

      xoxo

      Eliminar
  4. Tocaste num ponto essencial! Muita gente só quer saber das pernas, braços, glúteos e da barriga "chapada" e esquecem-se que há outras coisas muito importantes também que necessitam ser trabalhadas. Pratico crossfit e lá trabalhamos de tudo, mas vejo pessoas que chegam lá agora com o objetivo "Operação Verão 2018" (como se em dois meses fossem conseguir algum milagre) que nem força na lombar têm, porque nunca se lembraram que é necessário trabalhar essa zona também. Ou enquanto quando estamos no final a alongar não conseguem sequer tocar com as pontas dos dedos nos pés.
    Fico irritada quando vejo vídeos de pessoas conhecidas a fazer exercícios no ginásio, e a única coisa que mostram são exercícios de pernas ou para o rabo. É essencial trabalhar muito mais!!! Mas enfim... Desculpa o desabafo ahaha
    Gostei mesmo muito do teu post.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não, tens toda a razão! o meu gestor de treino dá aulas de crossfit - inveja que eu não tenho resistencia para isso - e ele encoraja-me imenso a experimentar todos os tipos de aulas que o ginásio oferece!

      é uma questão de as pessoas se informarem bem, saberem o que estão a fazer, e perceberem que há todo um trabalho de força e flexibilidade que tem de ser feito antes de se poder passar aos exercicios pesados e começar a ver grandes resultados!

      só quem leva o exercicio bem a sério é que entende o teu desabafo...mas não estás sozinha =)

      xoxo

      Eliminar
  5. Eu já fiz pilates mas acho uma aula um pouco aborrecida. Gosto de mais acção eheheh
    Neste momento não pratico nada senão desapareço do mapa eheheh
    Xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu entendo porque achava o mesmo. É mais uma aula técnica oara relaxar e trabalhar a flexibilidade...

      Mas desculpa que te diga, o desporto faz bem a toda a gente e não desaoarecias do mapa coisa nenhuma!

      xoxo

      Eliminar
  6. Prontíssima! Gostei muito do post, muito instrutivo. Beijinho

    www.keke.pt

    ResponderEliminar
  7. Muito bom o post! O pilates já pratiquei e os exercícios de Kegel é algo que aprendemos no curso para fortalecer o assoalhado pélvico. Agora os outros, reconheço que não conhecia!

    https://mundodablue.blogspot.pt/

    ResponderEliminar