domingo, 24 de julho de 2011

Review: Illamasqua Cream Pigment (Bedaub)

Olá...eu antes de mais, devo avisar que vim há bocado da minha primeira manhã de praia (sim, eu sei, tarde...mas só deu mesmo agora...e eu também não gosto de praia, por isso...) e por isso ainda estou com calor e muito cansada e preguiçosa (a praia sempre teve esse efeito em mim, não sei bem porquê...a noite mal dormida també não ajuda muito)

Mas pronto, tinha de postar alguma coisa, para não perder o ritmo, por isso decidi fazer esta review que já devia ter feito há séculos, que é mais ou menos há quanto tempo eu já tenho o produto.

Agora, devo dizer que a minha opinião  neste assunto é bastante subjectiva, porque eu nunca tinha usado produtos de maquilhagem em creme antes de comprar este pigmento, e sempre tive bastante relutância em fazê-lo, porque eu sou daquelas pessoas que têm a mão pesada para a maquilhagem, e eu achava que com os produtos em creme isso poderia ser pior. Depois disto, já usei outra sombra em creme, mas continuo a não ter grande termo de comparação ou experiência, dai o valor da minha opinião ser bastante subjectivo.

Bem, por esta altura já devem estar fartos do meu paleio...passemos então à dita review, começando por um ponto não menos subjectivo, a embalagem, Todos gostamos de embalagens bonitas, e de preferência funcionais (a ordem dos atributos depende da pessoa) e sem duvida, de qualidade. A Illamasqua excede-se nesse campo, com o seu clássico compacto quadrado de lados arredondados e arrestas bem bicudas, que tornam as suas embalagens facilmente reconheciveis a todos os aficionados da maquilhagem.
No entanto, os seus pigmentos são apresentados de modo diferente, numa pequena caixinha de plástico, com a mesma forma das suas embalagens originais, mas com o  topo negro enfeitado com o logotipo da marca no centro e a base transparente, com toda a informação, como podem ver abaixo.


Há quem tenha problemas com o sistema de abertura destas embalagens, que para abrir se deve simplesmente separar o topo da base. Algumas pessoas pensam que pode ser pouco seguro...na verdade não vejo porquê, pois a minha tampa ficabem presa.
Eu, pessoalmente, tenho como único problema em relação  a esta embalagem o facto de ser menos elegante em termos estéticos do que o compacto em que as sombras da Illamasqua costumam ser vendidas. A mim, este pequeno recipiente de plástico faz-me imaginar as possiveis amostras da Illamasqua...mas pode ser só a mim.

Quanto á caixa em que este produto vem, ela é também clássica e elegante, de cartão negro, mas com uma atenção ao detalhe que a faz parecer mais elegante, bonita e especial.

Outros 2 pontos essenciais a ter em relação a este produto são a quantidade e o preço. No que toca á quantidade, que é de 8g, penso que esta é bastante aceitável, tendo em conta a consistência do produto, que demora bastantes usos, penso eu, até que a diferença no volume do produto seja visivel. O preço, no entanto, é a uma história diferente. Enquanto o preço original de 17£ (aprox. 19€) não seria uma novidade para quem usa algumas das marcas profissionais á venda no nosso país, as 7£ de portes de envio (aprox. 10€) tornam o valor algo exorbitante, por isso, acho que a conclusão óbvia é que, nesta condições este torna-se um pouco um produto de luxo, e que, sendo os portes de envio fixos, talvez seja melhor poupar e fazer uma encomenda maior, abatendo um pouco a exorbitãncia do valor, mas gastando mais dinheiro.

No que toca ao produto em si, eu penso que o conceito era que este seria um produto multi-funções, com uma pigmentação extremamente elevada, efeito matte e longa duração, e mais importante, ou talvez não, que não se vai meter nas pregas da pele.

Quanto á multi-funcionalidade do produto, as várias propostas são sombra, blush, batom, corrector do tom de pele, tatuagem e até coloração de cabelo. Eu pessoalmente ainda só usei como sombra, num look que foi postado aqui no blog (sigam a tag Illamasqua ou LookBook), e gostei bastante do resultado, depois de 2 tentativas de looks. Quanto á função de corrector, existe um tutorial da Illamasqua no YouTube em que o podem ver em acção, mas eu sinceramente não o usaria para isso. Como tatuagem temporária muito menos.

No entanto, não descarto a ideia de fazer madeixas temporárias no cabelo com ele, por isso deixo-vos com alguns conselhos que me foram dados por um artista da marca sobre o assunto,

Yes it is true, one of the Toxic nature images with the blonde wig uses all five pigments in the hair and you can see the streaks. I would recommend using a mascara wand to streak through.”(Sim, é possivel, numa das imagens da campanha foram usados os 5 pigmentos no cabelo e pode ver-se as madeixas. Eu recomendaria usar uma escova de rimel para fazer as madeixas)
I would treat them as a 'one-night' transformation for the hair, or until the next wash. They are not designed to dye the hair or leave any colour.”(Eu usá-las-ia apenas para uma noite ou até á próxima vez que lavasse o cabelo. Eles não foram concebidos para pintar o cabelo ou deixar cores)


Quanto á cor, pigmentação e textura, existem 6 cores, embora uma delas, Emerge, esteja apenas acessivel na Europa, que variam entre pasteis e cores vivas e até soturnas em alguns casos. A cor que eu tenho chama-se Bedaub, e é descrita como "verde menta pastel", ou aquilo que eu chamaria "verde mar".


Quanto á pigmentação deste produto...tenho de confessar que não sei bem o que dizer. Isto porque, depois de ver várias pessoas jurar que ele fica opaco e igual á imagem numa só passagem, eu começo a achar que o problema só pode ter a ver com a minha inexperiencia.

A verdade é que, se eu passar o dedo, sem fazer grande força, apenas uma camada bastante fina e quase invisivel de produto fica no meu dedo. Isto diz bastante sobre a textura, que é leve e fácil de esbater. E talvez isso explique o meu problema. Eu penso que esta textura é para ser construida e esbatida e voltada a construir, de modo a obter os melhores resultados. Claro que, se a usarem como base de sombras, ou corrector de pele, a textura fácil de esbater pode ser um ponto positivo.

Eu prefiro usá-la com primer por baixo, não porque esteja preocupada com a maneira como ela se aguenta na pele, ou o facto de se meter nas pregas da pele, porque ela se aguenta bem e não se mete em lado algum, que eu tenha notado, mas porque ajuda com a pigmentação e construção da cor, mas provavelmente ela funcionará bem sem primer, em que se pode dar ao luxo de não o usar.

O meu modo de aplicação preferido é um aplicador de esponja, que apanha bastante mais facilmente o produto do que os meus dedos, e faz grande parte do esfumado, poupando trabalho e pinceis.

O acabamento, como prometido, é matte, mas um matte com vida e luminoso, o que torna este produto unico e tentador.

Resumindo, para finalizar, apesar do preço elevado, eu estaria disposta a colecionar todas as cores deste produto, se a Illamasqua tivesse lojas fisicas em Portugal. Tendo de se comprar no site, e com o preço elevado dos portes, a verdade é que isso torna-se mais dificil, daí que eu tenha de descer um pouco a nota final, pela dificuldade da aquisição e o preço elevado.

Nota Final: 14/20.

xoxo

1 comentário:

  1. pois, é mesmo pena não termos lojas físicas da marca em Portugal, bjinhos

    ResponderEliminar