sexta-feira, 15 de junho de 2012

Review: Kris Allen - Thank You Camellia (Fan EditionI

Boa noite, espero que os vossos dias tenham sido bons, o meu já sabem como foi, em linhas gerais. Eu já não fazia a review de um album há imenso tempo...isso deve-se a três fatores:

  1. Já não compro um, nem ouço um que valha a pena, há imenso tempo
  2. Os meus gostos musicais não coincidem com a maioria dos vossos
  3. Estes posts não são muito populares
Mas eu faço estes posts por gosto, não para ter montes de comentários, e eu adorei este album por isso tenham lá paciência...xD
Thank You Camellia é o segundo album do Kris Allen, um antigo vencedor do American Idol (do ano do Adam Lambert, ha). Eu tenho a fan edition, que tem o meu nome nos agradecimentos, tem as 3 músicas extra das edições especiais e um CD de bónus com 5 músicas acusticas. Ou seja, ao todo, a minha versão tem 19 músicas, das quais 14 são novas, 1 remix e 4 versões acusticas, e custou-me perto de 17€ com os posts.
Em termos estéticos, eu não desgosto. mas também não adoro a capa em estilo vintage, embora a modos que ela se adeque ao disco que tem dentro. Em contraste, adoro os tons de verde, que aliás já estavam bastante presentes no primeiro disco dele (que eu também tenho - true fan) e as fotos da booklet, que estão muito lindas e sexys xD

Em termos musicais, este é um album pop, sem dúvidas, mas com influências alternativas e urbanas, um pouco de country nalgumas músicas, e de pop alternativo noutras, ao estilo de Jason Mraz, nalgumas, mais The Script (que escreveram "Live Like We're Dying" do primeiro disco do Kris) noutras, e até talvez de Gotye, numa ou outra. ´

É um album variado, com uma predominante vibe positiva, mas com alguns momentos muito emotivos, como  "Out Alive", "You Got a Way" e "Leave You Alone" e até alguns momentos bastante agressivos, como "Monster". Eu acho que este album é mais pessoal que o album de estreia do Kris, embora eu possa ter essa impressão porque ele esteve envolvido na composição de todas as músicas, ao contrário do primeiro, e embora eu não consiga perceber onde raio ele foi desencantar as situações descritas nalgumas destas canções.

Como eu disse eu basicamente adoro este album, quase não tenho ouvido outro, e tenho-o ouvido praticamente dia sim, dia não, de uma ponta à outra, o CD acustico sempre primeiro. E isto para mim é dizer imenso, porque eu compro sempre edições especiais e depois nunca uso o segundo CD. Mas este segundo CD é especial, porque um das músicas "Shut That Door" não está no primeiro, porque eu gosto mais de "Better With You" em acústico e porque eu adoro a emoção crua da versão acustica de "Out Alive".

As minhas músicas preferidas? Epah, quase todas. LOL. "Out Alive", sem dúvida, porque me faz sempre pensar no Divergente e quase me faz chorar, "Blindfolded", "Rooftops" e "Fighters", uma das músicas bónus, que tem uma mensagem que me dá imensa força. Se há alguma que eu não goste? No início algumas demoraram a convencer-me, mas agora adoro todas, a única que talvez dispensasse era o remix de "The Vision Of Love", mas mesmo esse é bastante bom, eu é que não gosto muito de remixes.

Eu sou suspeita, mas recomendo plenamente este album, se quiserem podem ouvir no YouTube,  ou procurar na net, ou comprar no iTunes, que deve ser um pouco mais barato, ou podem comprar só algumas músicas que gostem mais.

Deixo-vos com "Out Alive". (yap, fail, acabei de descobrir que me esqueci  de meter a música LOL)



Até amanhã!

xoxo

2 comentários:

  1. Não conhecia, mas deixaste-me curiosa. Deve ser um bom álbum para ouvir no verão, em especial as versões acústicas que são mais «levezinhas»
    Beijinhos

    ecoutemoiregardemoi.blogspot.pt

    ResponderEliminar